Bruna Surfistinha o lado dificil das “mulheres de vida fácil”

Sobre o filme:

Bruna Surfistinha (2011 – Brasil)

Direção: Marcus Baldini

Atores: Deborah Secco, Drica Moraes, Fabiula Nascimento, Cássio Gabus Mendes

 

A história da prostituta Raquel, conhecida como Bruna Surfistinha, é interessante. Uma patricinha, que a priori ou “pré-conceituosamente” não teria a menor necessidade de entrar para o difícil mundo das “mulheres de vida fácil”.  Deborah Secco está muito bem no papel. Começa um pouco tímida e vai se soltando, tal qual a personagem Raquel. O filme de Marcus Baldini não tem nada demais, mas também não deve em nada. Talvez não haja muito o que cobrar na rica história de Bruna Surfistinha, mas assim como a vida de Raquel sabemos apenas 27 anos de uma vida que teve depois muitas viradas… Raquel fez filmes pornôs, participou de inúmeros programas de televisão, o mais famoso o reality show A Fazenda da Record; Para nós, brasileiros que conhecemos um pouco da história dela falta um pouco.  Um detalhe positivo ou negativo, depende de quem vê, o filme não tem nenhuma brasilidade, ele pode ser assimilado em diversos países, são histórias que não são privilégios de nenhuma cultura… A trajetória de uma garota de programa que tem uma grande sacada na internet, ela monta um blog e dentre outras brincadeiras, fotos, comentários, comuns a inúmeros blogs adiciona a nota da performance de seus clientes na cama, quer algo mais caliente que isso ? Acho até que esse ponto poderia ser mais bem trabalhado no filme, pois esse é o diferencial, esse é o Up…  Um pequeno parênteses aqui, é impressioante quando Drica Moraes aparece, faz diferença, sua maneira natural de interpretar, daquelas atrizes que você imagina fazendo qualquer coisa, ela poderia ser a própria Bruna surfistinha com uns silicones a mais…  No evento da Ice-Watch gravado no fim de 2011 tivemos a oportunidade de conhecer Karen Junqueira, admito que bateu uma curiosidade de saber como esse filme seria se a Bruna Surfistinha tivesse as curvas da atriz mineira… De qualquer forma apesar do argumento assinado por Karim Aïnouz (Diretos de O Céu de SuelyMadame Satã) o filme merece ser visto, como retrato desse mundo marginalizado da prostituição, vale como informação e documento sobre o que acontece por trás da vida de uma garota de programa… Ah e para os tarados que querem ver a global Deborah Secco como veio ao mundo… Não vá com muita sede ao pote, diria que é médio caliente. Mas vá ver o filme. Não procure apenas as imagens de sexo na internet.

 

 


Título Original: Bruna Surfistinha
Ano de Lançamento: 2010
DIRETOR: Marcus Baldini
Elenco: Deborah Secco
Cássio Gabus Mendes
Danielle Winits
Drica Moraes
Fabíula Nascimento

Roteiro: Homero Olivetto | José de Carvalho | Antônia Pellegrino

Categoria: Drama
Origem: Brasil

 

About GuiReis

Lecionou durante um semestre na UFF. Sua dissertação Gramática Midiática do Medo: a linguagem do horror artístico audiovisual foi indicada para publicação. Gui Reis (Guilherme Reis) possui artigos publicados sobre cinema, documentário, cinema de horror, musical, cinema brasileiro, direção e educação.

  • Smith jun 30, 2012 at 21:46

    disse:Um bom programa“Bruna Surfistinha” mante9m fiemls brasileiros em altaO cinema nacional cada vez mais vem lane7ando fiemls realmente bons deixando para tre1s os pe9ssimos Xuxa e Didi. Tivemos nesses faltimos dois anos f3timos fiemls como “Dive3”, “Se eu fosse vocea 2”, “Tropa de Elite 2” e “De perna pro ar”. Agora mantendo um nedvel alto, este1 nos cinemas “Bruna Surfistinha” (BRA, 2011), que apesar de censura alta, 16 anos, je1 levou mais de dois milhf5es de espectadores aos cinemas.Baseado no livro “O Doce Veneno do Escorpie3o” escrito pela prf3pria Bruna, o filme mostra sua conturbada relae7e3o com sua famedlia, principalmente o seu irme3o. Cansada da humilhae7e3o em casa e na escola, resolve fugir e viver sozinha. Para tal transforma-se em uma garota de programa. Bonita, conquista todos os seus clientes e se vea ganhando muito dinheiro.Interpretada por Deborah Secco, a Bruna que vemos em tela e9 uma mulher complexa, que luta pelo que quer e acompanhamos sua mudane7a de personalidade no decorrer do filme em seus treas momentos: ascense3o, topo e queda. A atriz este1 muito bem em seu papel, a ne3o ser em uma cena na escola, onde sua idade fica muito clara ao lado dos adolescentes.Um dos erros do longa e9 o sexo. Certas cenas que eram para serem mais profundas ficaram cf4micas devido a forma que elas foram filmadas, algumas eram de fato para fazer rir e cumpriram esse papel muito bem. A diree7e3o de Marcus Baldini atrave9s de uma fotografia eficaz, mostra-se bastante criativa em determinadas sequeancias. “Bruna Surfistinha” e9 um bom filme sobre uma mulher que arriscou tudo pelo que desejava, vale mesmo ser conferido. Nota: 7.0

    Responder
    • Dhezy ago 24, 2012 at 13:22

      c9 se sua meta de vida e9 ser um profissional do sexo, este filme e9 um f3timo epelxmo de como isso pode dar certo.Agora vamos le1, essa Bruna Surfistinha , sofreu muito na vida estudou em escolas de publicas, passou fome Ops, eu acho que ne3o Sinceramente e9 sf3 uma patricinha que estava entediada com seu mundinho de classe me9dia.Por fim um f3timo filme para que ne3o vive no mundo real.Pois existe muita gente que trabalha o meas todo para ganhar um sale1rio mednimo e tambe9m tem gente que ganha muita mais em 1 hora de trabalho duro e depois faz filme dizendo que venceu na vida

      Responder
      • Kohinoor nov 3, 2012 at 18:21

        Bom reverente a hitisroa ne3o tenho muito a comenta je1 havia lido o livro o veneno do escorpie3o . E este1 bem coerente com a livro, a atuae7e3o da atriz Deborah Seco magnedfica como sempre ameiiii e1udio e veddeo 100%//Site Nota 1000 Sempre em busca das novidades e atualidades no momento Eu achei muito interessante mostrar essa hitisroa que e9 uma realidade de muitas jovens hoje em dia Demonstrando que ne3o e9 nada facil a vida de uma garota de programa, os riscos e humilhae7f5es que se3o sofrida Jamais ir atraz do dinheiro fe1cil .

        Responder
    • GuiReis set 20, 2012 at 13:19

      Concordo. Acho exatamente isso é um filme que não é nada demais, mas não deixa a desejar… Na média. Eu colocaria a nota um pouquinho pra Baixo: 6.0

      Responder
      • Renjith nov 3, 2012 at 10:19

        A atuae7e3o dos atores braoileirss cada vez melhor Debora seco interpretando a bruna , porem deve ser muito fe1cil fazer uma interpretae7e3o do que e9 a pessoa e9 na vida real , outro agravante pegaram uma prostituta suja que caiu na vida que no filme mostra que ela transava com mais de 30 ou 40 em um fanico dia , e botaram como uma pessoa que venceu na vida , ne3o sou hipf3crita pois gosto de ir em casas de tolere2ncia de vez enquanto etc . mas botar uma prostituta vencendo na vida e fazer com que todos admirem e9 um pe9ssimo exemplo para nossos filhos descupe me pelas palavras e pela critica do filme

        Responder